sexta-feira, 16 de maio de 2014

Defesa de Dissertaçao de Mestrado


Programa de Pós-Graduação em Filosofia
Universidade Federal de Minas Gerais

Defesa de dissertação de mestrado
Linha de Pesquisa em Filosofia Antiga e Medieval

 

O Saber do Outro
Flávia V. Resende


       Quinta-feira, dia  22 de maio de 2014
Sala da Congregação,  1o. andar  da  FAFICH
Campus da UFMG
  

RESUMO

Esta dissertação de Mestrado tem por objetivo mitigar a crítica que Platão faz, nos livros I e II da República, à poesia e à sofística, potências educadoras e grandes depositárias dos valores e ensinamentos éticos da sociedade grega, para mostrar que o filósofo, apesar das censuras a estes saberes, tidos por ele como incapazes de promover a justiça na cidade, utiliza dos mesmos para construir o discurso filosófico sobre esta virtude. Com isso, pretendemos mostrar que a filosofia platônica não pode ser vista como algo absoluto e atemporal, apartada da cidade, como ficou estigmatizada no imaginário ocidental. Muito pelo contrário, acreditamos que a cultura é a fonte mesma do saber filosófico, sendo a filosofia platônica fruto de um profundo diálogo do filósofo com sua tradição.


PALAVRAS CHAVE
Platão. República. Poesia. Sofística. Diálogo. Justiça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mini-curso

Mini-curso "O Orfismo entre religião e filosofia" Prof. Alberto Bernabé Universidad Complutense de Madrid (Espa...