terça-feira, 22 de maio de 2018

Jacyntho Lins Brandão é eleito para a Academia Mineira de Letras

Professor de língua e literatura grega, que assumiu a cadeira 25, publicou volumes sobre teoria literária e obras de ficção

Jacyntho Lins Brandão
Jacyntho Lins Brandão foi diretor da Faculdade de Letras e vice-reitor da UFMG Foto: Foca Lisboa / UFMG
Na última semana, o professor da Faculdade de Letras (Fale) da UFMG Jacyntho Lins Brandão, uma das figuras mais importantes dos estudos clássicos no Brasil, foi eleito para a Academia Mineira de Letras. O professor de língua e literatura grega assumiu a cadeira de número 25, que antes fora ocupada pelo ex-governador de Minas Gerais Francelino Pereira dos Santos, falecido em 21 de dezembro de 2017.
Professor titular da Faculdade de Letras, Jacyntho leciona na UFMG desde 1977. Foi diretor da Fale por duas vezes, nas gestões 1990-1994 e 2006-2010. Na gestão 1994-1998, foi vice-reitor da Universidade. Foi também professor visitante na Universidade de Aveiro, em Portugal, no período 1998-1999, na Universidad Nacional del Sur, na Argentina, em 2001, e na École des Hautes Études en Sciences Sociales (EHESS), na França, também em 2001.
Jacyntho publicou diversos volumes de teoria literária, nos quais se ocupa geralmente da literatura grega clássica (seja das teorias literárias gregas, seja da própria vertente ficcional das obras do período, pondo em cena a tese de que o romance, como gênero, remonta na verdade não apenas à modernidade, mas aos gregos dos dois primeiros séculos depois de Cristo), do ensino de grego antigo e da filosofia grega (particularmente, Platão). 
Do policial ao acádio
Ele também escreveu o romance O fosso de Babel, em 1997, de matizes autoficcionais. Na obra, que ocasionalmente flerta com o romance policial, um professor de grego recebe uma misteriosa caixa de papéis em que constam, entre outras coisas, um romance assinado pelas iniciais J. L. e um bilhete supostamente enviado por uma ex-aluna. No decorrer da trama, um complexo jogo ficcional vai se radicalizando, e vários aspectos caros à própria teoria literária são gradativamente postos em cena, entre eles a voz narrativa, a identidade, a autoria, o gênero, os espelhamento e os duplos.
Em dezembro do ano passado, Jacyntho lançou uma tradução para o português da “epopeia” de Gilgámesh, de Sin-léqi-unnínni, livro escrito no século 13 a.C. sobre tábuas de argila e em acádio, a mais antiga língua semítica registrada. O professor da Faculdade de Letras da UFMG traduziu Ele que o abismo viu: Epopeia de Gilgámesh partindo da mais nova edição crítica do texto acádio, que contempla tábuas de argila que, descobertas neste século, não tinham sido contempladas em traduções anteriores. No campo Livros publicados/organizados ou edições de seu currículo Lattes, constam 18 itens, entre obras de ficção e de teoria.

quinta-feira, 17 de maio de 2018

Cinema, Mitologia e História

Cinema, Mitologia e História

18 DE MAIO (sexta)

A queda do Império Romano 

14h:  Igor Cardoso (HIST/UFMG) 

comenta o livro clássico de Martin Winkler 


Auditório BAESSE/FAFICH/UFMG 

19h: Sandra Bianchet (Latim/UFMG) apresenta o Filme 

A queda do Império Romano  


Auditório da FACE/UFMG, 9h. Mann em Transe


Filme e livro são de especial interesse também para
a representação da Filosofia de Marco Aurélio.


quinta-feira, 22 de março de 2018

Evento - Retórica

Estão abertas -- até 30 de abril ! --  as inscrições para propostas de comunicação nas 

IV Jornadas da Associação Latino-Americana de Retórica 
e no 
V Congresso da Sociedade Brasileira de Retórica

a serem realizados em conjunto, de 20 a 24 de agosto, em Belo Horizonte e Ouro Preto, promovidos pela UFMG. 

terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

Minicurso na FAJE

Faculdade Jesuita de Filosofia e Teologia convida:

Orfismo, entre religión y filosofia

(Carga horária: 8h/a)

27/02 a 02/03/2018 
10h00 às 11h40

Prof. Dr. Alberto Bernabé (Universidad Complutense de Madrid)
GRATUITO com certificação opcional paga no valor de R$ 30

Ementa
O minicurso será dado em Espanhol e discorrerá sobre o movimento religioso-filosófico da Grécia arcaica conhecido como orfismo, que se fundamentava no culto à figura mitológica de Orfeu. Este movimento está na base de grandes concepções filosóficas da Grécia antiga, como o pitagorismo e o platonismo, as quais desempenham um papel de raízes da filosofia ocidental.


Inscreva-se aqui!

Defesa de Disertação


Universidade Federal de Minas Gerais
Programa de Pós-Graduação em Filosofia
Linha de Pesquisa em Filosofia Antiga e Medieval

DEFESA DE DISSERTAÇÃO DE MESTRADO

Mestrando
Arthur Villela Carvalho

Título
Sobre certa violeta híbrida:

a retórica aristotélica


Dia 21 de Fevereiro de 2018, às 14h00

SALA 4094,  FAFICH

Campus da UFMG

BANCA:
Profa. Maria Cecília de Miranda Nogueira Coelho (UFMG)- Orientadora
Prof. Marco Antonio Sousa Alves (UFMG)
Prof. Jacyntho José Lins Brandão (UFMG)
Prof. Fernando R. Puente (UFMG) - suplente

quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

Revista Nuntius Antiquus

Entre Aporias, Dilemas, Paradoxos e Labirintos.

Acaba de ser publicado o último número da revista Nuntius Antiquus.


São 14 artigos de colegas brasileiros e estrangeiros, das áreas de Filosofia, Letras e História. Contribuíram: Frederick Ahl, Ioannis Petropoulos, Rodolfo Lopes, Luiz Paulo Rouanet, Richard Romeiro, Olimar Flores Jr., Rafael Scopacasa, Maurizio Filippo Di Silva, Nastassja Pugliese, Giorgia Cecchinato, Wellington Lima, Walter Menon, Abilio Rodrigues e Dana Munteanu.


Acesse aqui!


O volume foi editado por Maria Cecília Coelho e é resultado de parte das palestras apresentadas no VII Simpósio Lendo, Vendo e Ouvindo o Passado, realizado em São João del Rey, em abril de 2017, promovido pelo PPGFIL-FAM/UFMG, NEAM/UFMG e FIL/UFSJ.


Jacyntho Lins Brandão é eleito para a Academia Mineira de Letras Professor de língua e literatura grega, que assumiu a cadeira 25, publ...